cada um sabe


cada um sabe a linguagem
que faz sentido ao seu coração

fomos criando cotidianos tão duros
tão cruéis,
tão pouco simbólicos…
tão diabólicos –
porque nos desagregam:
“diábolos”, no grego, é tudo aquilo que separa,
que divide, que impede o encontro,
ao contrário do “símbolos”:
tudo aquilo que une as pontas,
que proporciona a ponte –

nós fomos criando cotidianos tão duros, tão difíceis,
que nós fomos ficando naturalmente adeptos do diabólico

sem perceber que o fazíamos



ouvir música, na pandemia,
tornou-se um ato religioso

(para alguns sempre foi)

o aprendizado com o cuidado
vai perpassar toda a nossa experiência


você precisa ser cuidado quando você nasce

a experiência de ser cuidado nos primeiros anos de vida
é radical


se alguém negligencia os cuidados
você nem sobrevive


alguém escolheu cuidar de você

alguém fez a escolha de socorrer a sua indigência

o tempo todo alguém percebeu

que a gente tinha sede
que a gente tinha frio
que a gente tinha fome
que a gente tinha dor

a partir do momento em que a gente vai sendo educado
para cuidar

você vai percebendo e fazendo pelos outros
o que um dia fizeram por você

eu acho lindo quando, num momento da vida,

o tempo, a história, lhe dá o direito de cuidar
de quem cuidou de você


eu acho que isso deveria ser tão natural em nós:

o amor aos nossos idosos
às pessoas que se comprometeram com a nossa indigência
às pessoas que não nos jogaram fora


Sobre Ani

Outros que contem passo por passo | Eu morro ontem | Nasço amanhã | Ando onde há espaço: | – Meu tempo é quando. ~Vinicius de Moraes~
Esse post foi publicado em Nosso tempo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s