once, twice, three times


Ouvindo uma, duas, três… vezes a obra-prima “All of Me” (de Gerald Marks and Seymour Simons), na minha gravação preferida: na voz do ser humano mais lindo que jamais existiu, existe ou existirá sobre a face da Terra (Eric Clapton, para deixar claro, já que essa gravação tem a participação de Paul McCartney, sempre lindíssimo, mas não tanto quanto, posto que EC é inigualavelmente lindo, como tenho dito e repetido incansavelmente).






Sobre Ani

Outros que contem passo por passo | Eu morro ontem | Nasço amanhã | Ando onde há espaço: | – Meu tempo é quando. ~Vinicius de Moraes~
Esse post foi publicado em Música e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s