São Paulo entre cidades de alto potencial


são paulo

Fundação Perseu Abramo, 15/05/2014
Via Carta Maior


SP E RJ APARECEM ENTRE AS CIDADES DE ALTO POTENCIAL
EM RANKING MUNDIAL

O Brasil tem ainda outras sete cidades na listagem:
Curitiba, Salvador, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Fortaleza



Por Douglas Portari

Há algumas semanas, a insuspeita escola de negócios espanhola Iese lançou seu ranking anual de “cidades inteligentes”, o Cities in Motion, um estudo que englobou 135 cidades de 55 países, sendo 49 capitais. A pesquisa é feita com base em 50 indicadores de dez áreas-chaves: governança, gestão pública, planejamento urbano, tecnologia, meio ambiente, projeção internacional, coesão social, mobilidade e transporte, capital humano e economia.



sp rj cities in motion

Das 20 primeiras colocadas, dez são da Europa, seis são norte-americanas, três são asiáticas e uma é da Oceania, ficando Tóquio com o primeiro lugar. A América Latina, claro, surge na rabeira. Até aí, nenhuma surpresa, dirão. Porém, oito cidades latino-americanas – São Paulo e Rio de Janeiro entre elas – são listadas como de “alto potencial” entre aquelas que marcam tendência.



sp e rj cidades que marcam tendência


Cidades brasileiras

O Brasil entra no ranking com nove cidades. Para efeito comparativo, tanto entre seus vizinhos como com outros integrantes do BRICS: a China conta com dez; África do Sul, quatro; Rússia, duas; a Índia não teve nenhuma cidade ranqueada; Argentina, três; Colômbia, três; Chile, uma. O México tem três cidades na lista. Santiago é a cidade latino-americana mais bem posicionada, na 83ª posição. Confira abaixo o posto das cidades brasileiras:

cidades inteligentes – São Paulo (94)
– Curitiba (97)
– Rio de Janeiro (116)
– Salvador (127)
– Porto Alegre (128)
– Belo Horizonte (129)
– Brasília (131)
– Recife (132)
– Fortaleza (133)

Coincidentemente ou não, as nove são cidades-sede da Copa do Mundo, ou seja, a despeito de seus notórios problemas de infraestrutura, mobilidade, etc, estas praças não são o descalabro que a turma do ‘Não Vai Ter Copa’ quer fazer crer.

O estudo da Iese destaca que muitas cidades são extremamente avançadas em alguns quesitos, mas falham em outros, e apresenta as seguintes conclusões: é preciso uma visão de conjunto da gestão urbana, as mudanças nas políticas públicas demoram a produzir efeitos, a incidência do contexto nacional, ausência de um modelo único de sucesso e a falta de correlação entre a reputação de algumas cidades e sua realidade.

Saiba mais aqui

Veja o mapa interativo

Baixe aqui o estudo

Sobre Ani

Outros que contem passo por passo | Eu morro ontem | Nasço amanhã | Ando onde há espaço: | – Meu tempo é quando. ~Vinicius de Moraes~
Esse post foi publicado em Cidade e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s