De lobos e alimentos


dois lobos


Li e pensei: às vezes o alimento dado de fora de mim é tão decisivo para a vitória de um ou de outro! Nem sempre parece depender exclusivamente de qual lobo eu escolhesse alimentar… O que às vezes me incomoda nesses contos bonitos, assim como em certas psicologias e psicanálises, é o tanto de poder que eles parecem atribuir ao indivíduo, como se o indivíduo fosse mesmo a grande mônada de instância de decisão sobre sua vida ou interioridade, flutuando só, imune e todo-poderoso em algum vácuo do espaço. Outras psicologias e psicanálises talvez respondessem: fantasias de onipotência?

Sobre Ani

Outros que contem passo por passo | Eu morro ontem | Nasço amanhã | Ando onde há espaço: | – Meu tempo é quando. ~Vinicius de Moraes~
Esse post foi publicado em Contos, Do espírito, Memórias sonhos reflexões e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s