Dom Pedro Casaldáliga

Linda entrevista de Ana Helena Tavares, editora do site Quem tem medo da democracia? (QTMD?)
Vi no Brasil de Fato. O texto em cinza abaixo, de Ana Helena Tavares, é parte do que está publicado lá, onde também há uma transcrição do vídeo, organizada por temas.

Pedro, como gosta de ser chamado, traz nas mãos calejadas um anel de tucum. Feito de uma Palmeira da Amazônia, marca a aliança com os oprimidos.

A voz é baixa, o corpo já não permite lutar no front, mas a lucidez do catalão Dom Pedro Maria Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia, é capaz de constranger. Por várias vezes quase assassinado, devido à sua opção pela defesa dos pequenos e o conflito com os grandes, D. Pedro ainda recebe ameaças.

O Quem tem medo da democracia? (QTMD?) viajou ao Araguaia para ver e ouvir de perto um pouco da história deste homem que optou por viver “descalço sobre a terra vermelha”. “ ‘Descalço’ quer dizer sem consumismo. ‘Sobre a terra vermelha’. Uma terra ensopada de suor… mas também ensopada de sangue”, definiu Casaldáliga.

 “O problema é ter medo do medo”

“A democracia é uma palavra profanada”

Anúncios

Sobre Ani

Outros que contem passo por passo | Eu morro ontem | Nasço amanhã | Ando onde há espaço: | – Meu tempo é quando. ~Vinicius de Moraes~
Esse post foi publicado em Do espírito, História, Homenagens, Política e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s